Como Pintar o Cabelo em Casa – Dica de Especialista

Como Pintar o Cabelo em Casa – Dica de Especialista

Nessa época de isolamento que estamos passando, ir ao salão para pintar o cabelo acaba sendo um desafio, seja por falta de dinheiro, tempo ou pelo próprio isolamento, muitos resolvem arriscar um serviço caseiro, e acabam fazendo alguma coisa errada…

Posso falar por experiencia, sou mestre em cortar meu cabelo errado. Assim como eu, muitas pessoas fazem essa arte sem nenhuma experiencia, por isso traremos aqui dicas de especialistas para você pintar o cabelo em casa, sem fazer nada errado. E no final ainda daremos uma dica espetacular!

Veja abaixo 8 dicas para você pintar os cabelos em casa com resultado de salão

1. Teste de sensibilidade

A caixinha do produto indica que, antes de você aplicar a tinta ou tonalizante nos cabelos, é indispensável a realização do teste de sensibilidade, mesmo que você já tenha usado a tinta outras vezes.

Aplique uma pequena quantidade do produto já preparado atrás da orelha, na nuca ou na parte interna do antebraço. Aguarde 48 horas e observe se houve alguma irritação ou coceira. Se sim, evite realizar o procedimento em casa e procure um especialista para não correr riscos.

2. Quantidade de produto

cabelo, pintar cabelo em casa

Para que você não tenha uma surpresa desagradável na hora H, verifique quantas caixas são necessárias para que o produto cubra seu cabelo por inteiro. Se seu cabelo for curto, uma caixa já deve ser o suficiente, mas os cabelos longos podem consumir até 3 caixinhas.

3. Lavagem dos cabelos

Caso você vá usar tinta nos cabelos, é interessante ficar 24 horas sem lavá-los para que a oleosidade natural proteja o couro cabeludo da química. No caso de tonalizante, o resultado final ficará melhor se o procedimento for feito com os fios limpos.

“Antes de começar o processo, independentemente de qual seja, é importante molhar os cabelos para que fique mais fácil de espalhar o produto”, indica o profissional.

cabelo, pintar cabelo em casa

4. Sem manchas

Para que a pele ao redor dos cabelos não fique com aquelas manchas mais escuras, o profissional indica passar um creme hidratante ou, até mesmo, gel de cabelo no contorno do rosto (testa e orelhas).

“Caso você não tenha feito isso e a pele tenha ficado manchada, passe sabonete na área e esfregue levemente com a toalha. Vale usar um esfoliante de rosto para ajudar”, complementa.

5. Aplicação

Para começar, divida seu cabelo em 4 partes (da testa à nuca e de orelha a orelha) para que o processo fique mais fácil. Se for fazer uma cobertura de fios brancos ou apenas um retoque de raiz, aplique primeiro na raiz para pigmentar melhor e vai descendo aos poucos para as pontas para fazer uma pigmentação menor e deixa-las mais luminosas.

Dica do dia: Curso de mecha com super desconto.

Caso você queira mudar de cor, por exemplo: tem um cabelo castanho ou um loiro escuro e quer fazer um ruivo, aplique a tinta primeiro no comprimento e pontas usando uma volumagem maior (tipo 30vol). Depois você deve aplicar na raiz, com uma volumagem menor, pois normalmente na raiz o cabelo é novo e pigmenta mais rápido. “O truque aqui é usar uma volumagem maior no comprimento e pontas e menor na raiz para assim conseguir uma cor uniforme”, diz Ulisses.

Vale dizer que é indispensável o uso de pincel e luvas para que você possa manusear os produtos com segurança.

6. Cor uniforme

Para que a cor dos fios fique bonita e uniforme, o profissional diz que é importante que a pessoa siga as recomendações do fabricante, inclusive o tempo de cobertura. O descumprimento dessa orientação pode fazer com que a cor fique desigual e falhada.

“É válido lembrar também que, muitas vezes, a cor da caixinha vai funcionar melhor em cabelos brancos ou descoloridos, uma vez que os fios naturais têm outros pigmentos e podem reagir de forma diferente com a coloração”, alerta o hair stylist. Outra dica importante é não pintar o cabelo inteiro de forma frequente, já que faz com que os pigmentos fiquem acumulados. Resultado: a cor não fica uniforme e os fios ficam com aquele aspecto de pontas mais escuras do que a raiz”, complementa.

cabelo, pintar cabelo em casa

7. Logo após a aplicação

Nada de lavar os cabelos com água quente depois de fazer o procedimento e muito menos secá-los com secador, viu? Essas duas práticas podem fazer com que a cor desbote com maior facilidade. Se quiser, invista em uma hidratação caseira e só.

8. No dia a dia

Para fazer a cor durar mais e você não precisar de manutenções frequentes, invista em produtos específicos para cabelos coloridos e evite exposição solar direta nos fios. “Os produtos específicos contam com filtro solar capilar, que irá proteger a cor dos danos externos”, finaliza.

Agora vai nossa dica de ouro!

Se você já esta acostumada e gosta de mexer com cabelo, procura uma forma de ganhar dinheiro extra, você pode aproveitar o tempo fazendo um curso com uma pessoa que entende do assunto e foi responsável por ensinar vários cabeleireiros de sucesso por ai… o nome dela é Vanessa Cardozo, ela é Diretora Educacional da Adoni Treinamentos e Mentora do Curso de Mechas Online, especialista em cursos e workshops para cabeleireiros e iniciantes. Com foco em resultados, excelência nas técnicas e alta performance dos seus alunos, já formou mais de 5 mil profissionais no Sul do Brasil.

Além de fazer em você, vai aprender técnicas de especialistas para fazer nas outras pessoas também!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *