O Segredo para Não Procrastinar

O Segredo para Não Procrastinar

Oi Migles!

No post de hoje vamos falar de um mal que afeta muita gente, a procrastinação.

Você tem o hábito de deixar as coisas para depois?

Ficar enrolando pra fazer as tarefas, ou sempre acha que vai dar tempo e em consequência tudo fica pra depois?

Sinto te dizer, mas você sofre de procrastinação.

Vamos falar, primeiramente sobre hábito:

Um hábito é formado por três elementos básicos:

  • GATILHO
  • ROTINA
  • RECOMPENSA

Gatilho é justamente aquilo que servirá como lembrete para a execução de uma determinada tarefa.

Por exemplo, você deseja iniciar a prática de atividades físicas logo pela manhã.

E todo dia, toma uma xícara de café com óleo de coco, que dará a energia necessária para a prática de exercícios.

Pronto. Este pode ser seu gatilho.

Automaticamente ao ingerir sua dose de café matinal, sua mente já fará a correlação entre as duas atividades.

O próximo elemento do hábito, a rotina, é justamente aquilo que você deseja ter como ritual diário, que nesse nosso exemplo é se exercitar diariamente.

Finalmente o último elemento precisa estar claro para você.

Certamente a recompensa de se exercitar é o ganho de saúde, melhora no aspecto estético e bem-estar.

Mas para se manter firme em seu novo hábito, o ideal é escolher uma recompensa mais imediata e palpável, para que seu cérebro entenda que sim está ganhando algo para não procrastinar.

Nesse caso a recompensa poderia ser uma banho relaxante e um descanso de 15 minutos no sol. Ou alguma outra coisa que faça sentido para você.

Você precisa desejar muito essa recompensa.

Quando um hábito é prejudicial, como procrastinar, é mais fácil mudá-lo, aos poucos, do que eliminá-lo de uma vez por todas.

Mas a mudança não ocorre nos 3 elementos que formam o hábito, mas somente na parte da ROTINA.

Para quem deseja acabar de vez com a procrastinação, a primeira coisa a fazer é entendê-la.

O que normalmente aciona o GATILHO? Por que você evita começar alguma tarefa específica ou fica arranjando distrações e outras ocupações o tempo todo?

Perceba quando você está caindo nesse mesmo tipo de comportamento e anote.

O mesmo acontecerá para a recompensa. Por que você para tudo que está fazendo para procrastinar?

Qual a RECOMPENSA imediato? Um descanso? Uma solução para o tédio?

Entenda o porquê você faz o que você faz.

Ao identificar padrões de comportamento fica mais fácil traçar estratégias para combater justamente a parte problemática: a ROTINA.

Ao trocar a rotina que pode ser acionada pelos mesmos gatilhos e obter as mesmas recompensas, a chance de sucesso na implementação do hábito é muito maior.

O Segredo para Não Procrastinar

Mas o que significa ”procrastinar”?
Procrastinar é simplesmente o ato de adiar o cumprimento de uma tarefa que precisa ser realizada. “Você sabe o que deve fazer e não é capaz de fazer. É uma lacuna entre intenção e ação. Pode ser algo consciente ou feito inconscientemente. Em ambos os casos, inclui uma decisão de “empurrar” a atividade. Isso é feito principalmente se dedicando a outras tarefas – muitas vezes, de menor importância e mais prazerosa.

Mas não se preocupe! Vou deixar cinco dicas de como você mudar os hábitos.

É sempre bom pensar em mudança, e mudar de hábitos pode se tornar uma forma de você melhorar a sua vida, garanto que vai se sentir melhor com isso.

Dica 1: Dê o Primeiro Passo

Antes de qualquer coisa, você precisa QUERER esta mudança.
O truque é definir uma meta baixa, tão baixa que o hedonista em você, que prefere se sentir bem agora e lidar com coisas reais depois, não vai se negar.

Dica 2: Gerencie suas Emoções, não Apenas Seus Tempo

Acreditar que você deve esperar estar com bom humor para fazer algo é uma armadilha que pode levar à procrastinação. Joseph Ferrari, um professor de psicologia na Universidade DePaul, nos Estados Unidos, descobriu que o pensamento “não estou com humor para cumprir X tarefa” pode levar a um ciclo vicioso.

De acordo com Fuschia Sirois, professora e psicóloga na Universidade de Sheffield, no Reino Unido, afirma que se esquivar de uma atividade com a desculpa “do humor” é um jeito de regular externamente as emoções. Sejam elas, medo de falhar, de decepcionar os outros, de perder autoestima, de não se sair perfeitamente, etc. “É apenas uma forma de lidar com emoções com as quais você está mal preparado para lidar”, explica Fuschia.

Isso pode ser o suficiente para paralisar e impulsionar a pessoa a procurar qualquer outra coisa para fazer além do que ela precisa – uma reação muitas vezes instintiva. Uma pesquisa corroborou a explicação da especialista e determinou que as pessoas que tem habilidade de regular as emoções mais desenvolvida, e os que aguentam mais as emoções desagradáveis, são menos propensos a procrastinar.

Para parar de procrastinar, a psicóloga recomenda refletir sobre a razão real do adiamento das tarefas, e recorrer a táticas de regulação emocional. Entre as sugeridas, estão reformular o modo como você vê uma situação (os psicólogos chamam de “reavaliação cognitiva”) ou nomear a emoção que você está experimentando (“rotular”) – que ajudam a lidar com os sentimentos estão desencadeando a procrastinação.

Dica 3: Crie Responsabilidades e Comprometimentos.

Se não tiver ninguém te vigiando, haverá a tendência de deixar a bola cair. Então crie um ambiente à prova de procrastinação: encontre pessoas para te cobrar. Eu entrei para um desafio online de boa forma nesse mês, de modo que eu posso relatar meus exercícios para o fórum. Você pode inclusive usar seus amigos e família ou Facebook, ou email.

Dica 4: Aproveite o processo.

Quando temos medo de algo, deixamos pra depois. Mas, ao invés, se podemos aprender a aproveitar e ter prazer, não será tão difícil ou terrível. Entre para o momento presente, e terá prazer em cada ação.

Por exemplo, se você quer sair para correr, não pense sobre a dura corrida adiante, mas sobre colocar seu tênis. Aproveite a simplificade dessa ação.

E então focalize em sair pela porta – não é tão difícil. Agora, focalize em fazer um aquecimento com uma caminhada rápida ou um trote. Isso pode ser gostoso.

Aproveite!

E, então, quando suas pernas começam a aquecer e você corre um pouco mais rápido, aproveite o belo ambiente. Esse processo pode ser feito com qualquer coisa, de lavar pratos a ler ou escrever. Aproveite o momento, sem pensar em coisas do futuro que você teme, e a atividade pode ser muito prazerosa e até divertida. E se for assim, você não vai deixar para depois.

Dica 5: listas de tarefa com inteligência.

Escolha no máximo 3 itens, de alta prioridade e que estejam alinhados com seu objetivo principal. Não coloque nenhum item novo enquanto não finalizar os três já estipulados.

Utilize um Pomodoro Timer ou outro alarme para fazer o gerenciamento do seu tempo. O timer server para lembrar suas sessões de trabalho (de 60 a 90 min) e descansos pré-definidos (10-15 min).

Comece logo! O que não significa que ao iniciar uma tarefa ela precise ficar pronta ao final do dia. Não se preocupe com isso agora.

Espero que gostem!

Até o próximo post!